5. Sul

Praia da Solidão

Localiza-se a 30,5 km do centro de Florianópolis e 20 km do aeroporto.

Pequena enseada entre o Saquinho e Costa de Dentro, antigamente chamada de Praia do Rio da pacas por ter grande quantidade de pacas, nos anos 60 passou a ser chamada “solidão” por ser muito tranquila  e possuir grande beleza natural, areia branca extensa, águas cristalinas em belo passeio principalmente pra família com um riozinho natural que jorra no mar perfeito pra crianças.

MORRO DAS PEDRAS
Localizada entre o Campeche e a Armação

Recursos Culturais: No inverno é possível avistar as baleias que vem se reproduzir em nosso litoral.Morro do Convento: Bela paisagem para fotografar e apreciar um belo espetáculo da natureza é ver o mar se chocar contra as pedras, ali também se encontra a Casa de retiro dos padres Jesuítas, construída no topo feita com pedras do próprio local.

TAPERA

Os primeiros nativos da região foram índios carijós, daí o significado da “Tapera” pequena casa de índios.Localizada ao sul da ilha aproximadamente 27 km do centro.

Recursos Naturais: Praia e paisagem

Recursos culturais: Mais antiga colônia de pescadores do Sul da ilha, tem um sítio arqueológico encontrado por volta de 1962-1967 foram localizados  conchas, carvão vegetal, machados polidos, além de sepultamentos hoje o acervo se encontra no Museu Homem de Sambaqui . Praia com bela paisagem onde é possível apreciar um lindo pôr do sol, saboreando um belo refresco nos quiosques á beira mar.

A base aérea de Florianópolis (BAFL) organização militar da Força Aérea Brasileira, também é um atrativo cultural, desde 1923 onde foi um centro de Aviação Naval e Por sua posição ser privilegiada em 1935 passou a ser Base de Aviação Naval.

Evento: No mês de outubro a Base Aérea de Florianópolis, realiza o tradicional “Portões Abertos”, evento que faz parte das comemorações da semana do ASA (Dia do Aviador e mês da Força Aérea), em homenagem ao primeiro voô realizado por Santos Dumond, no dia 23 de outubro de 1906. Ocorre a apresentação da Esquadrilha da Fumaça, Exposição de Aviões, Salto de Para-quedas, aeromodelismo, demonstração de atividades militares, praça de alimentação e brincadeiras para crianças, uma belo passeio.

NAUFRAGADOS

Faz parte do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, situada no extremo sul da ilha de Santa Catarina. Fica 17 km do centro de Florianópolis e mais 3 km de caminhada pela trilha.Recursos naturais: praia, vegetação (restinga), grutas, trilhas.

Recursos Culturais: Farol, forte, casa que abrigava os militares (1909 e 1913), pesca da tainha (cercada com redes), ainda tem moradores que preservam as tradições, comidas típicas como o pirão com peixe frito, rendas, tarrafas artesanais geram sustento pra muitos, Seu Andrino Santinho Borges, mora lá desde a década de 1970 tem restaurante que a comida ainda é feita no fogão a lenha e possui gerador de energia elétrica.

PÂNTANO DO SUL

 Localizada a 28 Km do centro de Florianópolis entre a praia da Lagoinha do Leste e Solidão.

Recursos Naturais: Praia, paisagem, trilha e costão.

Recursos Culturais: Faixa de areia extensa, bom pra descansar e apreciar a natureza caminhada até o costão ainda pode se encontrar escrituras rupestres  onde também se localizada um sitio arqueológico,  pesca artesanal, rendeiras (renda de Birô), fabricação de tarrafas e comercialização pelos pescadores locais, Festa Nossa Senhora dos Navegantes,  Igrejas católicas da colônia açoriana, benzedeira. Bar do Arantes com comida típica de frutos do mar e um lugar muito aconchegante com recados do mundo todo colado em todos os cantos, além de outros restaurantes e bares de ótima qualidade. Turismo de aventura e festas populares e folclóricas.

CAMPECHE

Recursos Naturais: Praia, Ilha do Campeche, dunas, e Lagoa Pequena.

Passeios ecológicos: diversidade do ecossistema é uma das maiores riquezas com mares, dunas, dunas, ilhas, vegetação de restinga, manguezais, mata atlântica e lagoas.

Ilha do Campeche: Grande patrimônio arqueológico formado por costões e morros cobertos de mata atlântica, tombada pelo IFHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) no ano de 2000, como patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional. Podem ser feitos passeios e mergulhos previamente agendados e boa condição física. Algumas trilhas são: Caverna dos morcegos, Letreiros e pedra fincada sempre com monitores preparados e autorizados é expressamente proibido ir sem autorização. As saídas pra ilha são a Armação do Pântano do Sul por barcos ou por botes direto da praia do Campeche.

Lagoa Pequena: Localizada entre o Campeche e Rio Tavares com 27,5 hectares tombada como patrimônio natural de Florianópolis.

Recursos Culturais: Significado do nome provém do apelido que um visitante francês deu ao lugar “Champet Pêche” quer dizer campo de pesca, este francês conhecido na época como Zé do Perri, era aviador,  escritor e autor do livro Pequeno Príncipe, a vinda de Saint-Exupery à Ilha ocorreu entre os anos de 1929-1931, chamados de cavalheiros de céu, os pilotos franceses que abriram as primeiras rotas de correios aéreo entre a Europa, África e América do Sul.

Esportes: surfing, kite surfing, sand boarding, wind surfing, futebol de areia, kayaking.

CARIANOS

Está a 12km do centro, conhecido também por Aeroporto Internaional Hercílio Luz onde se localiza o mesmo.A origem do nome se deve  a ocupação de Carijós na região, ponto de colonização antigo onde ficou o caminho entre Desterro e a vila do Ribeirão.Onde se localiza o Estádio Aderbal Ramos da Silva (ressacada) do Avaí, conhecido como leão da ilha.

SACO DOS LIMÕES

Bairro com planície costeira banhada por uma enseada da Baía Sul está a 7 km do centro de Florianópolis. Praia com 1350 m de extensão, mangue e argila lodosa

O  nome se deve a configuração geográfica que lembra um saco e a produção de muitos limões, que serviam também para preparar refresco e xarope para a prevenção do escorbuto (doença causada por falta de vitamina C).

Possui muitos ranchos de pesca onde são realizadas a coleta do camarão e berbigão.

Na semana do Natal se inicia o tradicional terno de reis, com visitação na comunidade anunciando o nascimento de Jesus,que se estende até o dia da folia de reis . Em Janeiro/Fevereiro é realizado a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes na igreja local.

Lazer: Sede da Escola de Samba Consulado. O Armazén Vieira (bar) se destaca por ser um lugar agradável apropriado para encontros e reuniões. Na noite, muita música invade a casa e as tribos se encontram para dançar e se descontrair, onde servem  a delíciosa  caipirinha.

Lagoinha do leste

Localiza-se à 34km do centro.

É uma praia muito bonita emoldurada por morros verdes e alternada entre água doce (do rio matadouro) e água salgada (do mar).A melhor maneira de chegar à Lagoinha do Leste é a pé. De carro é impossível, não há estrada. Há duas opções de trilha:

Para chegar mais rápido, pode-se fazer a caminhada em uma hora a partir da comunidade do Pântano do Sul, passando pelo meio do mato e dos morros.

A alternativa mais longa é começar a trilha pela Praia do Matadeiro, você precisa se dirigir até o fim do praia. A trilha inicia no pé do morro contornando os costões.Será necessário levar comida e barraca caso queira passar a noite, pois não tem local de hospedagem e nem de alimentação no local.

 PRAIA DO SAQUINHO

À 30 km do Centro de Florianópolis ,localiza-se ao Sul do Pântano do Sul entre a praia da Solidão e o Naufragádos.Sua extensão é de 5 km  dentro da Mata Atlântica, sendo considerada área de preservação permanente.

Possui uma cruz missionária colocada no início do século xx, quando missionários partiam para lugares isolados  com objetivo de pregarem a palavra de Deus.A cruz tinha por finalidade a proteção divina bem como delimitar o espaço físico de um novo povoado e a consolidação da fundação.O local era utilizado como altar e celebrações de missas.A denominação do nome “saquinho” refere-se a uma pequena praia em forma de saco aberta para o oceano. Possui trilhas que se estendem por penhascos ,desfiladeiros,fontes e córregos. A caminhada se faz até a Ponta do Pasto,se avistando o conjunto de ilhas conhecida como “três irmãs” ou “três irmãos”. Praia ideal para mergulho,sendo um roteiro ideal para quem gosta de curtir a natureza.Vale salientar que pode-se encontrar alguma dificuldade no trajeto devido a sua grande extensão.Como roteiro religioso destaca-se a festa da Santa Cruz do Saquinho.

RIBEIRÃO DA ILHA

Localizado a 36 km do centro de Florianópolis.

Recursos Naturais: composto por várias praias pequenas de águas calmas e areia grossa.Recursos Culturais: Freguesia do Ribeirão ruas históricas e casas tombadas, restaurantes típicos á beira mar, pesca artesanal, linguagem “manezinha”, cultivo da ostra e marisco.Faz parte de um conjunto arquitetônico preservado por lei municipal desde 1975.

 

Ecomuseu: um lugar lindo com paisagem maravilhosa e grande acervo cultural do Povo Açoriano e uma pousada muito aconchegante.

 

 

Igreja Nossa Senhora da Lapa inaugurada em 1806 na Praça Central, construída pelos Senhores de Engenho e seu Escravos, com pedra, cal e Azeite de baleia.Recebeu a visita de Dom Pedro II em 1815 que lhe concedeu donativos e presentes

 

 

 

 

Centro Histórico formado por casas e sobrados arquitetura da época dos colonizadores açorianos com estilo barroco, dão um toque especial.

Artesanato muito rico em cultura como as rendas de birô e miniaturas da igreja também com conchas colhidas na praia feitas por artesãos do lugar.

A Pesca artesanal ainda é praticada mas com a escassez na época de 90 foi criada a maricultura que quer dizer “marisco criado na corda” e “ostras em cesto” no início não acreditaram muito nessa forma hoje muitos vivem dela pois a região tem  lucros com essa forma de cultivo

PARQUE MUNICIPAL DA LAGOA DO PERI

 

Localizada próxima à praia da Armação, a Lagoa do Peri é a maior lagoa de água doce da costa catarinense. É preservada como Patrimônio Natural pelo Decreto Municipal nº 1828.

O Parque da Lagoa do Peri possui boa infraestrutura, com parque infantil, churrasqueiras, sanitários, estacionamento. A área em volta da lagoa tem mata e trilhas que levam a cachoeiras e antigos engenhos coloniais com uma variedade de formações vegetais, córregos, cachoeiras, praias e animais ameaçados de extinção.A lagoa tem esse nome por causa da planta Peri ou também conhecida piri ou piri-piri.

One thought on “5. Sul

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s